ACESSO AFILIADO

Notícias

Comitês

COMUNICADO OFICIAL - TESTE ANTIDOPING UFC BRASÍLIA

13/10/2014 - Fonte : Comissão Atlética Brasileira de MMA


COMUNICADO OFICIAL - TESTE ANTIDOPING UFC BRASÍLIA

 

Todos os atletas que atuam sob regulação da Comissão Atlética, independentemente do promotor de evento, são testados para garantir o respeito quanto as proibições de substancias proibidas para aumento da melhora de performance (PED), agentes mascarantes e drogas de abuso.


A Comissão Atlética Brasileira de MMA testou todos os atletas ao chegarem no ginásio Nilson Nelson, em Brasília, para o evento UFC Bog Foot vs. Arlovski, em 13/09/2014.


Todos os atletas, inclusive os do co e do main event, foram avaliados via urina para detectar agentes anabólicos, diuréticos e outros agentes mascarantes, estimulantes e canabinoides.


Os quatro atletas do co e main event lutas, foi incluído eritropoietina (EPO) no exame de urina, realizaram também o exame anti-doping pós luta via sangue para detectar níveis de hormônio de crescimento (Hgh).


Todo procedimento de exames foi observado por um representante da Autoridade Brasileira de Controle de Doping (ABCD), agência federal do Ministério dos Esportes.


Todo o protocolo de coleta, armazenagem, envio e análise dos materiais seguiram padrões internacionais.
Os exames foram conduzidos por um Doping Control Officer (DCO) credenciado pela ABCD e Word Anti-Doping Agency (WADA), entidade internacional que estabelece os padrões para todos os esportes da pirâmide olímpica.


Os materiais para coleta e armazenamento de urina/sangue são fabricados pela Versapak, empresa certificada pela WADA. O laboratório onde são realizados os exames é credenciado pela WADA, o UCLA Olympic LAB, sediado na Califórnia, USA.


Por fim, em qualquer caso em que haja indício de torpeza, artimanha ou injustificada resistência ao devido respeito as regras anti-dopagem, por empresário, técnico ou atleta, deverá a CABMMA apurar tal atitude com o devido rigor e punir o eventual culpado, a fim de preservar a essência do esporte e impedir que abusos individuais maculem a prática desportiva que mais cresce no mundo. O nível que o MMA se encontra atualmente não pode tolerar subterfúgios de dopagem nem de esquivas ao controle anti-dopagem e é dever da CABMMA zelar pelo fairplay e pela observação rígida da postura certa e inflexível de todos quanto a seriedade do tema anti-dopagem.

 


SOBRE O TESTE DO ATLETA PIOTR HALLMAN


Ao contrário do que dito em entrevistas atribuídas ao atleta, seu doping foi constatado no exame de URINA. Logo, todas as falas relativas ao procedimento da coleta de sangue são impertinentes.


Para qualquer resultado positivo, a urina é passada pelo mesmo processo de análise novamente para que o laboratório se certifique do resultado. O atleta tem o direito de questionar e solicitar um teste para contra-prova. Para isso precisa enviar um comunicado formal e tempestivo à CABMMA, que irá encaminhar ao laboratório que fez a análise, no caso o UCLA Olympic LAB, na Califórnia, EUA.


Os custos de documentação e novo teste são de responsabilidade do atleta.


O UCLA Olympic LAB acusou o agente anabólico esteroide drostanolona deste atleta, via coleta de urina.

A Comissão Atlética Brasileira de MMA exerce as melhores práticas envolvendo o controle de dopagem, contando com o apoio de outras entidades internacionais, promotores de eventos, empresas e profissionais para manter o MMA como um esporte seguro e consciente.

SOBRE A CABMMA
 
A “Comissão Atlética Brasileira de MMA”, ou CABMMA, é uma instituição neutra e sem fins lucrativos. E foi fundada com o intuito de cuidar, principalmente, da segurança dos atletas (amadores ou profissionais), tendo como foco o crescimento seguro e organizado do esporte.
 
-   FALE CONOSCO
-   FAÇA SUA AFILIAÇÃO
     
 
 
     
LEIA MAIS
Copyright © 2013 Comissão Atlética Brasileira de MMA. All rights Reserved.

 

Desenvolvido por Arte Digital Internet